retornar

Palácio Arquiepiscopal (Salvador, BA)


Outros Nomes:Sé da Bahia; Palácio do Arcebispado; Palácio Arquiepiscopal da Sé


Descrição:Em 1705, uma carta régia autoriza a construção de uma residência para os arcebispos no Terreiro de Jesus. O terreno é trocado, em 1707, por outro vizinho à antiga Sé, onde havia uma ermida pertencente à Irmandade de São Pedro dos Clérigos, dando-se início às obras que são concluídas em 1715. Solar urbano, desenvolve-se em torno de um pátio central, para onde se abrem duas galerias superpostas, denunciando influência dos palácios renascentistas, ainda que tardia. Possui subsolo e três pavimetnos sobre a rua. Nos pavimentos superiores, dois lados do pátio têm galerias envidraçadas, que devem ter sido varandas. Sua fachada caracteriza-se pelo frontão barroco do tipo usado em palácios e igrejas, no acesso principal. No térreo e primeiro andar as janelas são de peitoril e vergas retas e, no pavimento nobre, janelas rasgadas com balcão e gradil de ferro denunciam a hierarquia empregada no tratamento dos espaços. O edifício ligava-se ainda, à antiga Sé por passadiços elevado que, demolida em 1933, expôs sua fachada lateral, interferindo em sua ambiência.


Uso Atual:Arcebispado da Bahia


Endereço: Praça da Sé, 1 - Salvador - BA

Livro de Belas Artes
Inscrição:124 Data:17-6-1938
     
 

Nº Processo:0122-T-38