retornar

Igreja da Palma (Salvador, BA)


Outros Nomes:Igreja e Convento de Nossa Senhora da Palma


Descrição:A igreja e convento foram construídos sobre o "Monte das Palmas", uma das primeiras áreas de expansão da cidade, devendo-se a sua edificação, em 1630, a ex-voto feito por Bernardino da Cruz Arraes, que estivera enfermo. O convento, desenvolvido em torno de um pátio retangular, ladeado pela igreja, é iniciado em 1670, posterior à igreja que, nesta época, é ampliada. Pertencente à Ordem dos Agostinhos Descalços, é transferida à Irmandade do Senhor da Cruz, em 1822, com o retorno daqueles a Portugal. Acredita-se que a igreja atual, da segunda metade do século XVIII, obedece basicamente o partido primitivo, com algumas alterações. Com planta em "T", a igreja é formada por nave, sacristia subdividida e acrescidos corredores laterais e tribunas. A fachada tem elementos em estilo rococó, encimada por frontão com volutas e nicho, flanqueada por torre com terminação piramidal. Seu interior é uma transição do rococó e neoclássico, e o teto da nave possui pintura ilusionista barroca, atribuída a Veríssimo de Souza Freitas.


Uso Atual:Culto religioso; Universidade Católica de Salvador. Reitoria


Endereço: Praça Ana Nery, s/n - Salvador - BA

Livro de Belas Artes
Inscrição:130 Data:17-6-1938
     
 

Nº Processo:0122-T-38


Observações:O tombamento inclui todo o seu acervo, de acordo com a Resolução do Conselho Consultivo da SPHAN, de 13/08/1985, referente ao Processo Administrativo nº 13/85/SPHAN.