retornar

Igreja Matriz de São Bartolomeu (Ouro Preto, MG)


Outros Nomes:Igreja de São Bartolomeu


Descrição:A povoação de São Bartolomeu remonta aos primeiros anos do século XVIII, sendo sua igreja matriz uma das mais antigas de Minas. O partido arquitetônico filia-se ao das matrizes mineiras da primeira metade do século XVIII, composto por planta em retângulo compacto formado pela nave, capela-mor, sacristia, corredores laterais à capela-mor. A capela lateral e os dois cômodos a ela ligados não integram o corpo retangular da igreja e, sugerem tratar-se de construção posterior. Apresenta torres de seção quadrada e coro acima da nave. Sua construção caracteriza-se pela utilização de dois sistemas construtivos distintos. Assim, a edificação apresenta estrutura autônoma de madeira com vedações de adobe e ainda alvenaria de pedra nos corredores laterais e na sacristia, o que parece indicar etapas distintas de construção ou mesmo a reconstrução ou ampliação do edifício original, a exemplo do ocorrido com a Sé de Mariana. A cobertura é em duas águas, em telhas de barro tipo canal, à exceção das torres, em quatro águas e com inclinação bastante acentuada. O frontispício, em linhas retangulares, compõe-se de frontão reto vazado por óculo de desenho simplificado, porta central almofadada e três janelas no coro. Internamente, verificam-se os revestimentos e acabamentos característicos da época de construção como piso em campas, tabuado corrido, tijolos de barro e forros de madeira ora abobadados, ora planos. Quanto à ornamentação, a igreja conserva rico conjunto de talha constituído pelos quatro retábulos e pinturas de boa qualidade técnica no forro da nave e da capela-mor. A Matriz de São Bartolomeu conserva a sua forma primitiva, a despeito das inúmeras obras ocorridas na segunda metade do século XIX. Em 1979, o monumento apresentava estado físico precário em decorrência da deterioração de seus elementos construtivos, processo que se agravou com as infiltrações de águas pluviais, altamente prejudicial às construções de barro e madeira, ameaçando a integridade física dos elementos artísticos. Diante desta situação, o IEPHA/MG iniciou em fevereiro de 1980 serviços objetivando resgatar as suas condições de sobrevivência, através do restabelecimento do equilíbrio estrutural e da proteção desempenhada pela cobertura. Assim, foram substituídas todas as peças arruinadas do engradamento do telhado e da estrutura do edifício, orientando-se sempre no sentido de preservação das características originais da edificação. Texto extraído de: Boletim SPHAN/ PRÓ- MEMÓRIA.



Endereço: Praça São Bartolomeu, distrito de São Bartolomeu - Ouro Preto - MG

Livro de Belas Artes
Inscrição:453 Data:4-3-1960
     
 

Nº Processo:0604-T-60


Observações:O tombamento inclui todo o seu acervo, de acordo com a Resolução do Conselho Consultivo da SPHAN, de 13/08/85, referente ao Processo Administrativo nº 13/85/SPHAN.