retornar

Convento e Igreja de Santo Antônio e Casa de Oração e claustro da Ordem Terceira de São Francisco (João Pessoa, PB)


Outros Nomes:Convento e Igreja de São Francisco


Descrição:Considerado um dos melhores exemplares da chamada "escola franciscana" no Brasil. Sua construção teve origem em 1588, quando da chegada na Paraíba do frei Melchior de Santa Catarina, para ali instalar uma fundação franciscana. O projeto original é de autoria do frei Francisco dos Santos, ficando as obras indispensáveis prontas em 1591. Em 1599, a construção foi interrompida, devido à atritos com o governo Feliciano Coelho de Carvalho e que motivaram a retirada provisória dos franciscanos da cidade de "Felipéia". Com a invasão holandesa o convento foi danificado, sendo que em 1636, os frades foram expulsos e ali instalado um posto militar, pois sua localização era estratégica: dominando todo o vale do Sanhoá, estendendo-se pelo rio Pataíba até Cabedelo. Após a retomada do domínio português, o convento teve de ser todo restaurado, ficando pronto em 1661. No início do século XVIII, foram iniciadas as obras que deram ao Convento suas feições atuais com a Igreja, o Convento, a Capela, a Casa de Oração e o Claustro da Ordem Terceira, o Adro com o Cruzeiro e a cerca conventual com seu Chafariz. A igreja de São Francisco tem frontispício datado de 1779, destacando-se a torre recoberta de azulejos e a superposição de abóbadas. As talhas de arenito de folhagens e flores estilizadas, se entremeiam com relevos barrocos, sendo o principal elemento o caju. A nave da Igreja tem o forro pintado, de autor desconhecido, representando a glória de São Francisco, com um enorme templo católico onde surgem figuras de papas, cardeais e bispos. As paredes são revestidas de azulejos portugueses, formando painéis que contam a história de José do Egito. O púlpito é uma obra de arte com um rico trabalho de talha dourada, considerado pela UNESCO como único no mundo inteiro, e possivelmente sofreu influência da arte indígena. Apresenta cripta com 10 sepulturas em nicho. O Convento de São Francisco tem pátio em estilo mourisco, a escadaria de acesso ao primeiro andar tem imagem esculpida em pedra do corrimão representando infuência inca ou asteca, e é conhecida popularmente com o nome de "mascarão". O adro, em plano inclinado, é cercado por muro revestido de azulejos contendo 6 nichos com cenas da Via-Sacra. O cruzeiro é formado por cruz monolítica, com pedestal apresentando figuras de pelicanos ou a ave mitológica Fenix, "representando Cristo alimentando os filhos com sua própria refeição e a ressureição". Começou a ser restaurada em 1979, a fim de ali instalar o Museu do Estado da Paraíba.


Uso Atual:Museu Sacro-Escola da Paraíba


Endereço: Largo de São Francisco - João Pessoa - PB

Livro de Belas Artes
Inscrição:407 Data:16-10-1952
     
 

Nº Processo:0063-T-38


Observações:O tombamento inclui todo o seu acervo, de acordo com a Resolução do Conselho Consultivo da SPHAN, de 13/08/85, referente ao Processo Administrativo nº 13/85/SPHAN.