retornar

Caixa de Amortização: prédio (Rio de Janeiro, RJ)


Outros Nomes:Prédio à Avenida Rio Branco, 30


Descrição:O prédio foi construído entre anos de 1905-1906 e projetado pelo escritório técnico da Comissão Construtora da Avenida Central. No projeto colaboraram o engenheiro Gabriel Junqueira, o desenhista Américo de Castro e outros técnicos de alto nível. O revestimento externo da fachada, em cimento, é de responsabilidade do arquiteto Heitor de Mello - autor de alguns dos melhores projetos da época. Construção requintada, insere-se no período da arquitetura eclética, apresentando feição classicizante. Possui a parte central de sua fachada voltada para praça circular aí existente. As molduras e cornijas da fachada térrea, em cantaria, obedecem à ordem jônica. Trinta e quatro colunas coríntias em mármore branco de Carrara formam a colunata, com os dados e entablamento em mármore de Verona, com bases, capitéis e molduras da arquitrave, friso e cornija de bronze dourado. O edifício é coroado por um ático de balaustrada de mármore de Verona, tendo um passadiço metálico praticável nas quatro fachadas. No friso frontão da Avenida lê-se o dístico "Caixa de Amortização", em letras monumentais de bronze dourado. As duas alas que acompanham os dois logradouros principais se articulam através de um corpo central, onde se localizam os vestíbulos de entrada e um saguão de distribuição. O interior é coroado por uma rotunda decorada por painéis de mosaicos dourados.


Uso Atual:Banco Central. Departamento de Meio Circulante


Endereço: Avenida Rio Branco, 30, Centro - Rio de Janeiro - RJ

Livro de Belas Artes
Inscrição:506 Data:24-5-1973
     
 

Nº Processo:0860-T-72