retornar

Igreja Matriz de São Pedro e Capela da Ordem Terceira de São Francisco (Rio Grande, RS)



Descrição:Primeira igreja portuguesa no Rio Grande do Sul, construída com projeto do engenheiro militar Manoel Vieira Leão, a Matriz de São Pedro foi fundada em 25 de agosto de 1755. Mais tarde, construiu-se uma capela para a Ordem Terceira de São Francisco de Assis em sua parte posterior, com acesso pela rua de trás. A catedral de São Pedro é uma edificação pequena e sóbria, com duas torres e acesso central encimado por frontão. Com nave única e coro, possui retábulos trabalhados no altar e na capela mór. Em 1737, o Brigadeiro José da Silva Pais, a mando de D. João V, Rei de Portugal, construiu um presídio na foz do Rio Grande de São Pedro, considerado posto militar estratégico para dar apoio à Colônia do Sacramento, povoação fundada em 1680, por portugueses, em território espanhol. A partir de 1752, chegram à região colonos açorianos, trazidos para garantir a posse daquele território para Portugal, mediante sua ocupação efetiva. O General Gomes Freire de Andrade traçou o plano da nova povoação determinando a construção de uma Igreja, a Matriz de São Pedro. Atualmente, a capela de São Francisco abriga o Museu de Arte Sacra da cidade.


Uso Atual:Museu de Arte Sacra de Rio Grande (Capela de São Francisco)


Endereço: Praça Doutor Pio; Rua Marechal Floriano - Rio Grande - RS

Livro de Belas Artes
Inscrição:071 Data:17-5-1938
     
 

Nº Processo:0001-T-38


Observações:O tombamento inclui todo o seu acervo, de acordo com a Resolução do Conselho Consultivo da SPHAN, de 13/08/85, referente ao Processo Administrativo nº 13/85/SPHAN.