retornar

Paço Municipal (Cachoeira, BA)


Outros Nomes:Casa de Câmara e Cadeia


Descrição:O prédio atual possui a feição das reformas ocorridas em 1789. Neste prédio, D. Pedro I foi aclamado Regente e Defensor do Brasil, em 1822. Durante a Sabinada foi sede do Governo Legal da Província. Casa de Câmara e Cadeia, com elementos característicos desta tipologia no recôncavo. Construído sobre terrapleno que domina a praça da Aclamação, o edifício possui planta retangular que se articula com a praça através de escadaria de pedra, em forma de tronco de pirâmide. O prédio é edificado em 2 pavimentos. No térreo localizam-se as celas da cadeia e um pórtico, de onde nasce a escada de acesso ao sobrado. No primeiro pavimento além das instalações da Câmara existem duas salas que serviam como cadeia a presos ilustres. As fachadas se caracterizam pelo predomínio dos cheios sobre os vazios e pela distribuição irregular dos vãos. As janelas são protegidas por caixilharia em guilhotina ou robustas grades de ferro - cadeia . Na frontaria existem balcões com guarda-corpos de serralharia do séc. XIX. O sobrado é forrado e conserva no seu interior telas dos artistas José Couto e Antônio Parreiras.


Uso Atual:Casa de Câmara; Museu da Câmara


Endereço: Praça da Aclamação, s/n - Cachoeira - BA

Livro Histórico
Inscrição:127 Data:9-8-1939
     
 

Nº Processo:0199-T-39


Observações:O monumento encontra-se em obras, através do Programa Monumenta/BID. Este programa também propõe a seguinte utilização do prédio: receptivo turístico (pavimento térreo) e Câmara dos Vereadores (pavimento superior)