retornar

Igreja de Nossa Senhora da Barroquinha (Salvador, BA)


Outros Nomes:Igreja da Barroquinha


Descrição:As terras para a construção da igreja foram doadas, em 1722, por Manuel Ribeiro Leitão, sendo as obras iniciadas neste mesmo ano. Com a ajuda da população, já no ano seguinte estava edificada a Capela da Confraria de Nossa Senhora da Barroquinha, nome herdado de "barroca" ou depressão, em referência ao sítio no qual se implanta. A igreja possuía dois pavimentos e sua planta se inscreve num retângulo com corredores laterais superpostos por tribunas, partido típico das igrejas matrizes e de irmandade do começo dos setecentos na Bahia. Alguns elementos arcaicos, contudo, eram identificados, como duas capelas simétricas próximas ao arco cruzeiro e abóbodas de berço em tijolo na nave e capela-mor. O segundo pavimento era constituído pelo coro e tribunas. A fachada é ladeada por torres terminadas em pirâmide, recoberta por azulejos e frontão com volutas, sofrendo influência, na composição, da Igreja de São Francisco. Em 1984, a igreja foi incendiada, desabando dias depois, restando hoje, apenas, sua fachada principal, paredes estruturais e abóboda da nave, executada em concreto em 1974.



Endereço: - Salvador - BA

Livro de Belas Artes
Inscrição:237-A Data:25-9-1941
     
Livro Histórico
Inscrição:171 Data:25-9-1941
     
 

Nº Processo:0277-T


Observações:O tombamento inclui todo o seu acervo, de acordo com a Resolução do Conselho Consultivo da SPHAN, de 13/08/85, referente ao Processo Administrativo nº 13/85/SPHAN. Um projeto de revitalização prevê seu uso como espaço cultural.