retornar

Forte do Castelo (Belém, PA)


Outros Nomes:Forte do Presépio


Descrição:A cidade de Belém começou, com a ocupação da foz do rio Pará, com a construção do Forte do Presépio e da primeira capela, em 1616, por Francisco Caldeira Castelo Branco . Localizado na confluência do rio Guamá com a Baia de Guarajá, foi tombado pelo IPHAN, em 1962, e se tornou um ponto turístico da cidade. A construção primitiva era de madeira e coberta de palha. Em 1622, é reconstruído com forma quadrada, tornando-se assim uma construção mais sólida em taipa de pilão. Segundo informação do arquivo, a data da primeira reforma seria 1632. O forte passou por várias obras em 1712, 1721, 1759, 1773. Em 1832 é desativado por estar em ruínas. Em 1833 passou a ser chamado de Castelo de São Jorge. É semi-destruído pela esquadra imperial durante a revolta de 1835, sendo reconstruído em 1850. As obras acabaram em 1868, o forte contava agora com quartéis, casa, uma ponte sobre o fosso, um portão e uma muralha de pedras pelo lado do mar. O Arsenal de Guerra se instalou em 1876. Em 1978, houve uma tentativa de tirar o restaurante e o círculo do forte para uma intensa restauração. Em 1980, após suas muradas terem sido parcialmente destruídas, a edificação passa por obras de emergência para garantir a estabilidade do remanescente. Em 1983, a SPHAN/proMemória, através da primeira Diretoria Regional, sediada em Belém, realiza obras de conservação e restauração de diversos monumentos do patrimônio inclusive do Forte do Castelo. Sob a responsabilidade do Exército, passou por várias modificações para abrigar a sede social do Círculo Militar de Belém. Suas linhas foram totalmente alteradas.



Endereço: Praça Frei Caetano - Belém - PA

Livro Histórico
Inscrição:353 Data:28-8-1962
     
 

Nº Processo:0644-T-61