retornar

Engenho Poxim: capela de Nossa Senhora da Conceição (São Cristovão, SE)


Outros Nomes:Capela de Nossa Senhora da Conceição


Descrição:O município de São Cristovão foi fundado em fins do século XVI, por Cristovão de Barros. No final desse mesmo século foi transferida para lá a sede da capitania de Sergipe d'El Rey. Em 1636 a cidade foi invadida, assaltada e incendiada pelas tropas de Maurício de Nassau, só retornando ao controle do governo português em 1645. Em 1855 se deu a transferência da capital da província de Sergipe para Aracajú. Não foram encontradas informações relativas a construção da capela nas publicações consultadas. Contudo, no portal da igreja há uma inscrição indicando o ano de 1751. A capela se encontrava em razoável estado de conservação até 1947, sendo que vistorias feitas no local em 1968 e 1971 constataram a deterioração do imóvel. Tal fato serviu para que fosse aberto, em 1972, um processo de sindicância a fim de apurar as responsabilidades sobre o abandono e subtração do imóvel, bem como dos objetos nele existentes. A construção possui portada de pedra de verga reta, decorada por motivos fitomórficos. A portada é encimada por cimalha possuindo folhas almofadadas. Ao lado da porta existem dois vãos cegos de formato retangular onde devem ter existido janelas. A capela é ladeada por cunhais encimados por pináculos. O frontão é curvilíneo, encimado por crucifixo. O telhado é em duas águas, possuindo beiral em cimalha. Na parte interna, o altar-mor é realizado em alvenaria, encimado por nicho em madeira. O púlpito é em madeira com taça (base) em pedra. A igreja possui pia batismal em pedra decorada.



Endereço: - São Cristovão - SE

Livro de Belas Artes
Inscrição:291-A Data:21-9-1943
     
Livro Histórico
Inscrição:225 Data:21-9-1943
     
 

Nº Processo:0298-T-41


Observações:O tombamento inclui todo o seu acervo, de acordo com a Resolução do Conselho Consultivo da SPHAN, de 13/08/85, referente ao Processo Administrativo nº 13/85/SPHAN.