Casarões na Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA), são restaurados pelo Iphan

Além da revitalização do antigo Hotel Castro Alves, que abriga o Espaço Cultural Boca de Brasa, imóveis receberam a sede da Fundação Gregório de Mattos. Investimentos somam R$ 8.9 milhões

Casarões da Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)

Uma das principais ruas do Centro Histórico de Salvador (BA), a Ladeira da Barroquinha recebeu o restauro completo de importantes imóveis do acervo arquitetônico da região: o antigo Hotel Castro Alves, que passa a abrigar o Espaço Cultural Boca de Brasa, e outros três sobrados, que receberam a Sede da Fundação Gregório de Mattos. As obras, executadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia do Ministério da Cidadania, somam R$ 8,9 milhões em investimentos do governo federal. 

A entrega dos equipamentos ocorreu em uma cerimônia na última segunda-feira, dia 07 de outubro. O evento contou com a presença da presidente do Iphan, Kátia Bogéa; do prefeito de Salvador, ACM Neto; do diretor do Departamento de Projetos Especiais do Iphan (DPE/Iphan), Robson Almeida, e do superintendente do Iphan na Bahia, Bruno Tavares. 

A Prefeitura de Salvador, além de aportar R$ 1,5 milhão em investimentos para a desapropriação dos imóveis, será responsável pela aquisição do mobiliário da Fundação. A implantação dos novos equipamentos consolida a área como um complexo de cultura do Centro Histórico. Com duas grandes salas de ensaios para espetáculos artísticos, o novo prédio ampliará as possibilidades de uso do Espaço Cultural da Barroquinha, bem como do Teatro Gregório de Mattos. 

Já os sobrados restaurados servirão de suporte para projetos culturais promovidos pela Fundação Gregório de Mattos em parceria com a comunidade. No mesmo prédio, funcionará ainda o Café-Teatro Nilda Spencer. 

As intervenções na região contemplaram a reconstrução interna dos imóveis, o restauro completo das fachadas e uma extensa pesquisa arqueológica, que rendeu descobertas em uma das principais áreas históricas da cidade. Os itens serão expostos na entrada da nova sede da Fundação Gregório de Mattos, em um espaço educativo sobre a execução da obra. 

Casarões da Barroquinha
A região da Barroquinha situa-se à margem da chamada Mancha Matriz da cidade de Salvador. Em meados do século XIX, o bairro ganhou destaque com a consolidação da praça Castro Alves, a inauguração do Teatro São João e o surgimento de cafés, lojas e hospedarias que definiram a vocação hoteleira do lugar.

Casarões da Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)

 

Construído na primeira metade do século XX, com contornos do estilo eclético, o prédio que passou a abrigar o Hotel Castro Alves tornou-se, ao longo dos anos, um dos mais significativos imóveis da Barroquinha. De propriedade da Associação dos Caixeiros Viajantes da Bahia, integrou o complexo hoteleiro da região central de Salvador que, até os anos 1970, era considerada a área comercial mais importante da cidade. 

Erguidos no final do século XVIII, os sobrados da Ladeira da Barroquinha passaram, em meados do século XIX, por alterações de estilo, tendo sido inseridas nas suas fachadas ornamentações descritas em um padrão conhecido como grega. Em período mais recente, o uso comercial da área transformou os imóveis tanto do ponto de vista da organização espacial interna quanto do seu exterior.

Investimentos na Bahia
As intervenções na Ladeira da Barroquinha são parte de uma série de ações que vêm sendo executadas pelo Iphan na Bahia. Em Salvador, foi entregue ainda neste ano a implantação do receptivo da Igreja da Conceição da Praia, com investimento de R$ 14 milhões. 

Outras seis obras estão em execução: restauração da Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento, em Itaparica; restauração da Igreja Matriz de S. Bartolomeu, em Maragogipe; restauração da Antiga Casa de Câmara e Cadeia, do Arquivo Público e da Igreja do Amparo, em Santo Amaro, e restauração da Igreja de Nossa Senhora da Saúde e Glória, em Salvador. As intervenções somam investimentos de R$ 37,3 milhões. 

A Bahia possui ainda quatro projetos de recuperação do Patrimônio Cultural contemplados com recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, do governo federal. São eles: restauração e implantação da Biblioteca Anísio Teixeira e restauração dos painéis de azulejaria portuguesa no claustro da Igreja e Convento de São Francisco, em Salvador; restauração da Biblioteca Juracy Magalhães Júnior, em Itaparica, e restauração do Casarão da Filarmônica Terpsícore Popular, em Maragogipe. 

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação Iphan

comunicacao@iphan.gov.br
Liana Costa – liana.carmo@iphan.gov.br 
(61) 2024-5523 - 2024-5516 
(61) 99956-1614
www.iphan.gov.br
www.facebook.com/IphanGovBr | www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

Casarões na Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)

  • BA_Salvador_Ladeira da Barroquinha
    Casarões da Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)
  • BA_Salvador_Barroquinha
    Casarões na Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)
  • BA_Salvador_Barroquinha
    Casarões da Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)
  • BA_Salvador_Barroquinha
    Casarões da Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)
  • BA_Salvador_Barroquinha
    Casarões da Ladeira da Barroquinha, em Salvador (BA)
Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin