IPC e CNU realizam Primeira Conferência Sobre Educação Patrimonial em Cabo Verde

O Instituto do Patrimônio Cultural (IPC) realizou, em parceria com a Comissão Nacional de Cabo Verde para UNESCO (CNU), a Primeira Conferência Nacional sobre Educação Patrimonial, sob o lema “Conhecer para Preservar”, no Centro Cultural da Cidade velha, nos dias 5 e 6 de dezembro.

O IPC, que tem como atribuições a preservação, a salvaguarda e divulgação patrimônio cultural móvel e imóvel, material e imaterial do povo cabo-verdiano, acredita que a sua preservação só é possível num ato de corresponsabilidade, sendo a comunidade a principal guardiã do seu patrimônio. Para o IPC o patrimônio cultural é uma realidade viva que só adquire verdadeiro significado na sua relação com as pessoas, através de um programa educativo que envolva a comunidade e a leve a “abraçar o patrimônio”.

Com a realização da Primeira Conferência Sobre Educação Patrimonial, o Instituto propõe como reflexão a volta das linhas orientadoras da educação patrimonial e a implementação de atividades extracurriculares, centradas no patrimônio cultural, como forma de promover o conhecimento do patrimônio cultural, local e nacional.

Com este objetivo o IPC leva à Cidade Velha, cerca de 15 oradores, um grupo formado por profissionais das áreas da educação, associações locais e agentes ligados a preservação de bens culturais, para juntos traçarem um plano de educação para preservação e salvaguarda do Patrimônio Nacional. 

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin