Sítios Georreferenciados

As informações referentes aos registros dos sítios arqueológicos cadastrados com georreferenciamento foram padronizadas e convertidas para o datum oficial brasileiro observando os parâmetros de conversão estabelecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O georreferenciamento dos sítios foi validado pela Área de Registro e Cadastro, do Centro Nacional de Arqueologia (CNA), e os dados estão disponíveis no Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos (CNSA), que integra o Sistema de Gerenciamento do Patrimônio Arqueológico (SGPA).

A planilha - criada pelo CNA, no programa Excel - reúne dados relativos a, aproximadamente, 26 mil sítios arqueológicos cadastrados, em todo o Brasil, até abril de 2018. O cadastramento é uma das etapas do processo de proteção do patrimônio arqueológico, de acordo com a legislação que protege todo achado arqueológico e estabelece que qualquer nova descoberta deve ser imediatamente comunicada ao Iphan.

Os cadastros indicam o nome do sítio, município, estado, tipologia, dentre outros itens relevantes que constam da Ficha para Registro de Sítios Arqueológicos. O Iphan, por meio do CNA, reúne os dados sobre os sítios arqueológicos georreferenciados utilizando o arquivo shapefile no formato de ponto, produzido no formato datum oficial brasileiro (Sistema de Referência Geocêntrica para as Américas - SIRGAS 2000), que é referência para o Sistema Geodésico Brasileiro (SGB) e as atividades da Cartografia Brasileira.

Leia mais

Planilha - Sítios Arqueológicos Cadastrados
Arquivos Shapefile - Sítios Arqueológicos Georreferenciados
Legendas dos Arquivos Shapefile - Sítios Arqueológicos Georreferenciados

 

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin