Patrimônio Mundial - MA

O conjunto urbano de São Luís - Patrimônio Mundial desde 1997 - abrange 270 hectares e 5.500 edificações com imóveis de grande valor histórico e arquitetônico, a maioria formada por exemplares da arquitetura civil  - construídos nos períodos do Brasil Colonial e Imperial. O núcleo original da capital maranhense, fundado pelos franceses Daniel de La Touche e Fraçois de Rasilly, em 1612, deveria tornar-se a capital da França Equinocial. A cidade recebeu seu nome em homenagem ao então Rei da França, Luís XIII. Em 1615, São Luis foi conquistada e incorporada ao domínio português. Por meio do estilo tradicional português, criou-se uma arquitetura única, por meio dos materiais construtivos utilizados e das soluções ambientais adotadas.

A arquitetura histórica da cidade é adequada ao clima, com o aproveitamento máximo da sombra e da ventilação marítima. O centro mantém o seu tecido urbano preservado com todos os elementos que o caracterizam e lhe conferem singularidade. Destacam-se o uso do azulejo, entre outros aspectos, e as dimensões que transmitem sua importância no processo de ocupação territorial da região.  Entre as edificações mais significativas, estão o Palácio dos Leões, a Catedral (antiga Igreja dos Jesuítas), o Convento das Mercês, a Casa das Minas, o Teatro Artur Azevedo, a Casa das Tulhas, a Fábrica de Cânhamo, a Igreja do Carmo, entre outras.

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin