I Encontro do Patrimônio Cultural será realizado em Corumbá (MS)

O Forte Coimbra, na cidade de Corumbá, será o cenário para o I Encontro do Patrimônio Cultural em Mato Grosso do Sul, que ocorrerá nos dias 04 e 05 de setembro. Com o objetivo de elaborar e desenvolver as diretrizes e estratégias da preservação do patrimônio cultural na região, o evento é uma realização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), por meio da Superintendência do Iphan em Mato Grosso do Sul.

O Encontro, aberto à comunidade, visa atender à prática transversal aos processos de preservação e valorização do patrimônio cultural no âmbito do Iphan, e as diretrizes da Carta de Recife, que norteia o desenvolvimento de ações, estabelecimento de parcerias público-privadas e a certificação de destinos patrimoniais, visando acordos específicos para cada fortificação. Além disso, também contribuirá para sanar algumas dúvidas da comunidade civil e militar da Vila de Coimbra acerca do que implica um tombamento, sua área de entorno e quais são as competências da instituição, que em 2017 celebra 80 anos de existência, além de discutir o nome do Forte Coimbra como um dos patrimônios listados para candidatura do Conjunto de Fortificações do Brasil pela UNESCO.

O evento será conduzido por técnicos do Iphan/MS e contará com apoio do 17° Batalhão de Fronteira e o Campus Pantanal da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, para deslocamento, hospedagem e alimentação. A abertura do Encontro será às 17h30, com a palestra A breve História do Forte Coimbra – Processos de Tombamento. Serão formados, ao todo, três grupos temáticos para as discussões, com os temas: Procedimento de Fiscalização e Autorização de Intervenções, Organização e Gestão Museológica e Arqueológica e Educação Patrimonial, no qual será discutido a indicação do Forte Coimbra para compor a lista da Unesco. Outras ações também serão conduzidas no Encontro, como sessões de cinema e jogos.

Forte Coimbra

Localizado no Pantanal do Mato Grosso do Sul, o núcleo original do Forte Coimbra foi construído em 1775, para a defesa da fronteira portuguesa com a América espanhola. Palco de várias batalhas, entre elas, a Guerra do Paraguai, a fortificação possui canhões trazidos do Pará e é uma das poucas no Brasil que foram realmente utilizadas para combate. O local é considerado uma relíquia do Exército Brasileiro e seu conjunto de edificações foi tombado pelo Iphan em 1974. Desde a década de 1980, o Forte também é uma atração turística da região de Corumbá, proporcionando aos visitantes uma vista panorâmica do Rio Paraguai.

Serviço:
I Encontro do Patrimônio Cultural 
em Mato Grosso do Sul
Data: 04 e 05 de setembro
Horário de abertura: 17h30
Local: Forte Coimbra - Corumbá (MS)

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação Iphan

comunicacao@iphan.gov.br
Fernanda Pereira – fernanda.pereira@iphan.gov.br
Déborah Gouthier - deborah.gouthier@iphan.gov.br
(61) 2024-5533 - 2024-5531
(62) 3224-6402
www.iphan.gov.br
www.facebook.com/IphanGovBr | www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin