Patrimônio Mundial Natural - MT

Inscrito pela Unesco na Lista do Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera em 2000, o Complexo de Áreas Protegidas do Pantanal, que compreende o Parque Nacional do Pantanal e as Reservas Particulares de Proteção Natural de Acurizal, Penha e Dorochê, constitui o maior sistema inundado contínuo de água doce do mundo e um dos ecossistemas mais ricos em vida silvestre. O bioma, uma savana estépica de aproximadamente 200 mil quilômetros quadrados de extensão e alagada em sua maior parte, está situado nos estados brasileiros de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul.

A área engloba, ainda, o norte do Paraguai e o leste da Bolívia, formando o chamado Chaco. Sua constituição é resultado da separação do oceano há milhões de anos, formando o que se pode chamar de mar interior. A planície pantaneira é levemente ondulada, pontilhada por raras elevações isoladas, e rica em depressões rasas. Seus limites são marcados por variados sistemas de elevações como chapadas, serras e maciços, sendo cortado por grande quantidade de rios pertencentes à bacia do rio Paraguai. Circundado do lado brasileiro por terrenos de altitude entre 600 e 700 metros, o Pantanal estende-se, a oeste, até os contrafortes da cordilheira dos Andes e se prolonga, ao sul, pelas planícies pampeanas.

Os sítios do Patrimônio Mundial Natural protegem áreas consideradas excepcionais do ponto de vista da diversidade biológica e da paisagem. Neles, a proteção ao ambiente, do patrimônio arqueológico, o respeito à diversidade cultural e às populações tradicionais são objeto de atenção especial. Os sítios geram, além de benefícios à natureza, uma importante fonte de renda oriunda do desenvolvimento do ecoturismo.

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin