Exposição destaca o Patrimônio Cultural como vetor de desenvolvimento

Exposição Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro chega ao IphanO Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apoia de forma sistemática ações de preservação do patrimônio cultural brasileiro e um de seus grandes parceiros é o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Os frutos dessa parceria estão na Exposição Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro que, além de ressaltar a importância dos bens culturais do Brasil celebra, também, os 80 anos do Iphan, a primeira instituição dedicada à preservação do patrimônio cultural na América Latina. Todo esse trabalho poderá ser visto na sede do Iphan em Brasília, entre os dias 12 de junho e 14 de julho.

As ações do BNDES em prol do patrimônio cultural no Brasil ocorrem desde 1997, inicialmente por meio da Lei Rouanet. A partir de 2010, o banco passou a atuar também por meio de recursos próprios, não reembolsáveis, do Fundo Cultural. Ao longo desses quase 20 anos, o BNDES acumulou experiência e buscou aproximar sua atividade-fim - o desenvolvimento econômico e social brasileiro - às ações no campo do patrimônio cultural. Assim, em 2006, tomou a decisão estratégica de incorporar o apoio à economia da cultura – na qual estão englobadas as artes e o patrimônio cultural – à estrutura operacional da instituição, e não somente tratá-lo como alvo de patrocínio.
 
O objetivo desse apoio, mais do que apenas recuperar os monumentos brasileiros, é estimular e facilitar o usufruto do bem restaurado na busca de uma utilização mais eficiente. Também promove a movimentação da economia, abarcando ações integradas ao turismo, à revitalização urbana do entorno do bem público, à gestão desses bens, à geração de emprego e renda, além de ações estruturantes para o setor, como educação patrimonial, formação de mão de obra, entre outras.

O Iphan, por sua vez, está presente há 80 anos na proteção do patrimônio cultural no Brasil, sempre atuando com foco na promoção da qualidade de vida das comunidades e na garantia da preservação da memória nacional. É, por isso, que a política do Patrimônio Cultural no país é implementada por meio de parcerias sólidas, tanto com a sociedade civil como com parceiros como o BNDES. 

A Exposição Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro apresenta o trabalho realizado em todo o país com o apoio financeiro do BNDES entre os anos de 1997 e 2015 na restauração de grandes e importantes monumentos. A mostra está organizada em seis módulos, de acordo com os diferentes tipos de espaços: religiosos, espetáculos, bibliotecas e academias, conhecimento e memória, públicos e arqueológicos, e economia da cultura.

Serviço:
Exposição Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro

Visitação: de 12 de junho a 14 de julho de 2017 – Entrada gratuita, de 09h às 18h
Local: Sala Mário de Andrade - Térreo
          Sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional
          SEPS 713/913 – Brasília - DF

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação Iphan

comunicacao@iphan.gov.br
Fernanda Pereira – fernanda.pereira@iphan.gov.br 
Adélia Soares - adelia.soares@iphan.gov.br
(61) 2024-5513- 2024-5512 - 2024-5511
(61) 99381-7543

www.iphan.gov.br
www.facebook.com/IphanGovBr | www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin