No Quintal da Casa de Madeira: Saberes, fazeres e dizeres dos benzedores e benzedeiras do Oeste de Santa Catarina

O objetivo do projeto foi mapear, registrar, historicizar e documentar os saberes, fazeres e dizeres praticados por benzedores e benzedeiras em três municípios do Oeste de Santa Catarina: Pinhalzinho, Chapecó e Campo Erê. A ideia de apresentar a proposta surgiu durante a execução dos projetos Casa de Chão Batido: representação da história dos caboclos do Oeste de Santa Catariana e Registrando Saberes: o palavreado, as crenças e as tradições relacionadas à cultura popular dos caboclos do Oeste de Santa Catarina. O primeiro foi desenvolvido pelos professores/pesquisadores do Museu Histórico de Pinhalzinho em parceria com as instituições de ensino dos municípios de Pinhalzinho e Modelo, em 2010, e contemplado pelo Edital Elizabete Anderle, da Fundação Catarinense de Cultura (FCC); e o segundo foi contemplado no edital nº 001/2011 Mapeamento e Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial Iphan/MinC, desenvolvido ao longo de 2012.

Durante o desenvolvimento dos projetos foi obsrvado que, na maioria dos casos, os benzedores e benzedeiras eram de origem cabocla e herdaram saberes das gerações passadas mesclados a herança indígena e africana da qual descendem. Com os dados coletados foi produzido um documentário audiovisual, uma exposição itinerante com ações de educação patrimonial, oficinas com mães e gestantes, além de uma cartilha ilustrativa contendo textos, depoimentos e sugestões de uso dos chás, orações e práticas caseiras de cura.

Produtos
- Montagem de exposição itinerante com oficinas de educação patrimonial
- Produção de um documentário audiovisual
- Confecção de uma cartilha 

Recursos
Total: R$ 105.000,00
Iphan: R$ 100.800,00
Contrapartida: R$ 4.200,00

Indicadores
Região Sul – Santa Catarina
Município:
Pinhalzinho, Chapecó e Campo Erê 
Bioma: Mata Atlântica
Tipo de proponente: Administração Pública Municipal
Produto previsto: Montagem de exposição itinerante com oficinas de educação patrimonial, produção de um documentário audiovisual, confecção de uma cartilha 
Público​ atendido: Benzedores e benzedeiras localizados em três municípios do Oeste de Santa Catarina (Pinhalzinho, Chapecó e Campo Erê).
Tipologia das ações de salvaguarda: Transmissão de saberes relativos ao bem cultural registrado 

Contato
Prefeitura de Pinhalzinho

Av. São Paulo, 1615 
CEP 89.870-000 - Pinhalzinho/SC
Tels.: (49) 3366-6600 e 8812-8000

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin