Ofício dos Mestres de Capoeira

TT
 

O Ofício dos Mestres de Capoeira, inscrito no Livro de Registro dos Saberes, em 2008. é exercido por aqueles detentores dos conhecimentos tradicionais dessa manifestação e responsáveis pela transmissão de suas práticas, rituais e herança cultural. O saber da capoeira é transmitido de modo oral e gestual, de forma participativa e interativa, nas rodas, nas ruas e nas academias, assim como nas relações de sociabilidade e familiaridade construídas entre mestres e aprendizes. A capoeira é largamente difundida no Brasil e no mundo, a capoeira depende da manutenção da cadeia de transmissão desses mestres para sua continuidade como manifestação cultural. 

A capoeira é uma manifestação cultural presente hoje em todo o território brasileiro e em mais de 150 países, com variações regionais e locais criadas a partir de suas “modalidades” mais conhecidas: as chamadas “capoeira angola” e “capoeira regional”. O conhecimento produzido para a instrução do processo permitiu identificar os principais aspectos que constituem a capoeira como prática cultural desenvolvida no Brasil: o saber transmitido pelos mestres formados na tradição da capoeira e como tal reconhecidos por seus pares; e a roda onde a capoeira reúne todos os seus elementos e se realiza de modo pleno. 

Esse ofício é exercido por aqueles detentores dos conhecimentos tradicionais desta manifestação e responsáveis pela transmissão oral das suas práticas, rituais e herança cultural. O registro do Ofício dos Mestres de Capoeira tem amplitude nacional e foi realizado com base nas pesquisas desenvolvidas, durante a fase de inventário, nos estados da Bahia, de Pernambuco e do Rio de Janeiro. Os principais aspectos da capoeira como prática cultural desenvolvida no Brasil são o saber transmitido pelos mestres formados na tradição da capoeira e como tal reconhecidos por seus pares; e a roda onde a capoeira reúne todos os seus elementos e se realiza de modo pleno.

Foram, também, os mestres brasileiros os responsáveis por articular aspectos culturais a uma manifestação que poderia ficar restrita à face marcial, mas que, ao contrário, é reconhecida por sua riqueza musical e gestual, o que a aproxima também de uma dança especial, reminiscência de jogos de combate de sociedades tradicionais. A roda de capoeira é a forma de expressão que permitiu o aprendizado e a expansão do jogo. Nela se encenam golpes e movimentos acrobáticos, cânticos antigos são reatualizados e outros são inventados, acompanhados por uma orquestra de instrumentos que produz uma sonoridade múltipla e, ao mesmo tempo, característica da arte.

 

Documentos 

Parecer do DPI
Parecer do Conselho Consultivo
Certidão
Titulação do Ofício dos Mestres de Capoeira
Apoio ao Bem Registrado

Leia mais

Os mestres e as rodas: patrimônio vivo
Cadastro Nacional de Capoeira
Dossiê Ofício dos Mestres de Capoeira
Cartilha Salvaguarda da Roda de Capoeira e do Ofício dos Mestres de Capoeira
Banco de Dados dos Bens Culturais Registrados
Contato

Ofício dos Mestres de Capoeira

  • Roda de Capoeira
    Roda de capoeira com o Mestre Toni Vargas, do grupo Senzala, no Rio de Janeiro
  • Detalhe de berimbau
    Detalhes do berimbau, principal instrumento utilizado para cadenciar os movimentos dos capoeiras e conduzir a roda
  • Roda de Capoeira
    As mãos do Mestre Curió tocando o berimbau, na Bahia
  • Roda de Capoeira
    Roda de capoeira com o Mestre José Carlos, em Santa Tereza no Rio de Janeiro
  • Roda de Capoeira
    Roda de capoeira com o Mestre José Carlos, em Santa Tereza no Rio de Janeiro
  • Roda de Capoeira
    O respeito e a amizade são fundamentais na relação entre os Mestres e os participantes da roda
  • Roda de Capoeira
    Roda de capoeira com o Mestre José Carlos, em Santa Tereza no Rio de Janeiro
  • Roda de Capoeira
    Roda de capoeira com o Mestre José Carlos, em Santa Tereza no Rio de Janeiro
  • Roda de Capoeira
    Roda de capoeira com o Mestre José Carlos, em Santa Tereza no Rio de Janeiro
  • Roda de Capoeira
    Mestre José Carlos conduz a Roda de Capoeira com os diferentes toques de berimbau, em Santa Tereza no Rio de Janeiro
Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin