Principal » Patrimônio Cultural » Patrimônio Material » Bens Tombados
- A +

Bens Tombados

A proteção é uma das ações mais importantes quando tratamos do patrimônio de natureza material. Proteger um bem cultural significa impedir que ele desapareça, mantendo-o preservado para as gerações futuras.

Neste sentido, o Decreto Lei nº 25, de 30 de novembro de 1937, é o primeiro instrumento legal de proteção do patrimônio cultural no Brasil e nas Américas e seus preceitos fundamentais se mantêm atuais e em uso até os nossos dias.  Pelo Decreto Lei 25, o patrimônio nacional é definido como "conjunto de bens móveis e imóveis existentes no país e cuja conservação é de interesse público, quer por sua vinculação a fatos memoráveis da história do Brasil, quer por seu excepcional valor arqueológico ou etnográfico, bibliográfico ou artístico". O decreto estabeleceu, ainda, a criação dos quatro livros de tombo que servem para registro dos bens protegidos: o Livro do Tombo das Belas Artes; o Livro do Tombo Histórico; o Livro do Tombo das Artes Aplicadas e o Livro do Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico.

Consulte também o guia de bens tombados atualizado em 2012 [aqui]

Veja os últimos bens tombados:

Centro Histórico de Mananus - AM [leia mais]

Centro Histórico de Antonina - PR [leia mais]

Patrimônio Naval  [leia mais]

Igreja Positivista – RJ [leia mais]

Serra da Piedade - MG [leia mais]

Centro Histórico de São Luiz do Paraitinga – SP [leia mais]

Centro Histórico de Natal - RN [leia mais]

Conjunto Urbanístico e Paisagístico do Município de Cáceres – MT [leia mais]

Conjunto Histórico do Município de Paracatu – MG [leia mais]

 

Saiba Mais
Agenda
Bancos de Dados
Bibliotecas do IPHAN
Blogs do IPHAN
Cadastro Nacional de Negociantes de Antiguidades e Obras de Arte
Concurso IPHAN
Editais e Seleções
Legislação
Links Patrimônio Cultural
Notícias
Perguntas Frequentes
Sistema Nacional do
Patrimônio Cultural
Transparência Pública
Redes Sociais