Publicações

  • Dossiê 18 - Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro - AM

    Autor: DPI/Iphan Edição: 2019 Páginas: 192

    O Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro é caracterizado como um conjunto de elementos que se articulam em torno do modo de produção e consumo de gêneros alimentícios em seus contextos sociais e culturais, abarcando modos de fazer e conhecimentos mantidos por uma comunidade de cerca de 22 povos indígenas, representantes das famílias linguísticas Tukano Oriental, Aruak e Maku, localizados ao longo do rio Negro em um território que abrange os municípios de Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira, no Estado do Amazonas. O bem cultural foi inscrito no Livro de Registro dos Saberes em 2010.

  • Prêmio BNDES de Boas Práticas para sistemas agrícolas tradicionais - 1ª edição

    Autor: IPHAN Edição: IPHAN Páginas: 56

    Prêmio BNDES de Boas Práticas para sistemas agrícolas tradicionais - 1ª edição

    O Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais (Prêmio BNDES SAT) tem o intuito de valorizar ações de boas práticas de salvaguarda e conservação de bens culturais imateriais associados à agrobiodiversidade e à sociobiodiversidade presentes nos sistemas agrícolas tradicionais brasileiros. Trata-se de iniciativa conjunta do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Esta publicação traz um resumo das 15 (quinze) ações premiadas na primeira edição do Prêmio (2017 /2018) e apresenta um mosaico da diversidade cultural presente nos sistemas agrícolas tradicionais brasileiros.

    Edições Iphan

  • Arte Iny Karajá Patrimônio Cultural do Brasil

    Autor: Comunidades Iny Karajá Edição: Iphan Páginas: 167

    Como um meio de valorizar e promover a cultura, a arte e os mitos do povo indígena Karajá, assim como sua língua materna, denominada Inyrybè, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) lançou, no dia 28 de agosto de 2019, na Aldeia Buridina, em Aruanã/GO, o livro Arte Iny Karajá Patrimônio Cultural do Brasil, idealizado através de convênio com a Fundação de Apoio à Pesquisa (FUNAPE) e executado pelo Museu Antropológico da Universidade Federal de Goiás (UFG).

  • 5º Fórum Internacional do Patrimônio Arquitetônico Brasil/Portugal

    Autor: Iphan Edição: Iphan Páginas: 254

    Publicação do 5° Fipa – Fórum Internacional do Patrimônio Arquitetônico Brasil /Portugal realizado no Rio de Janeiro em maio de 2018 no Museu Histórico Nacional (MHN) e Paço Imperial, com apoio do Iphan e Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB. O evento é preparatório ao 27º Congresso Mundial de Arquitetos UIA-2020, o mais importante evento de arquitetura mundial, que está programado para ser realizado no Rio de Janeiro, em 2020, promovido pela União Internacional dos Arquitetos (UIA) e IAB. O Fipa é uma parceria entre instituições brasileiras e portuguesas (IAB-Núcleo Campinas, UA-Universidade de Aveiro e Pontifícia Universidade Católica de Campinas), realizado de forma intercalada, um ano no Brasil, outro em Portugal. Reúne profissionais de referência nos campos científicos, técnicos e de gestão do patrimônio.

  • Memórias do Presente - Patrimônios de Mato Grosso do Sul

    Autor: Iphan Edição: Iphan Páginas: 61

    A publicação reúne o acervo patrimonial sul-mato-grossense. Por meio de textos e ilustrações, a publicação apresenta aspectos históricos de bens culturais do Estado, como o Casario do Porto de Corumbá, o Complexo Ferroviário da Noroeste do Brasil em Campo Grande, as Grutas de Bonito, o Forte de Coimbra e a Viola de Cocho. A obra abrange, também, conceitos de Patrimônio Cultural e esclarece as diferenças entre os processos de tombamento e de registro, informando à comunidade sobre atuação do Iphan.A publicação reúne o acervo patrimonial sul-mato-grossense. Por meio de textos e ilustrações, a publicação apresenta aspectos históricos de bens culturais do Estado, como o Casario do Porto de Corumbá, o Complexo Ferroviário da Noroeste do Brasil em Campo Grande, as Grutas de Bonito, o Forte de Coimbra e a Viola de Cocho. A obra abrange, também, conceitos de Patrimônio Cultural e esclarece as diferenças entre os processos de tombamento e de registro, informando à comunidade sobre atuação do Iphan.

Registros encontrados: 405

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin