Publicações

  • Séries - Preservação e Desenvolvimento

    Chapada Diamantina - Lençóis/BA

    Autor: Iphan Edição: 2008 Páginas: 74

    Publicação: Iphan/Programa Monumenta

    A história das cidades nascidas de garimpos é muito semelhante no Brasil. Primeiro, a comoção provocada pelo anúncio da descoberta de ouro ou de pedras preciosas empurrava levas de faiscadores e de donos de escravaria para os sertões. Esses pioneiros se instalavam da melhor maneira possível, nas proximidades das jazidas. Em Lençóis (BA), um dos pontos fortes das comunidades está na cultura de tradição oral, patrimônio imaterial que o Iphan tem procurado valorizar e preservar.

  • Patrimônio Imaterial - Dossiês

    Matrizes do Samba no Rio de Janeiro

    Autor: Iphan Edição: 2014 Páginas: 204

    Publicação: Iphan

    Neste Dossiê - produzido a partir de trabalho realizado no Rio de Janeiro, em 2006 - estão textos e documentos que reforçam a importância do bem registrado pelo Iphan, como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro.  O Centro Cultural Cartola analisou os variados estilos de samba no Rio de Janeiro, que se originaram nas tradicionais reuniões musicais na casa da Tia Ciata, no Estácio, nas escolas de samba, blocos, morros, ruas e quintais cariocas. De música marginalizada, o samba passou a símbolo nacional devido e esta trajetória cultural e histórica é apresentada pelo Iphan, em mais uma publicação que está à disposição do público. 

  • Anais

    Seminário Ibero-americano de Diversidade Linguística

    Autor: Marcus Vinícius Carvalho Garcia Edição: 2016 Páginas: 350

    Esta publicação contém uma coletânea de textos produzidos pelos participantes do Seminário Ibero-Americano da Diversidade Linguística, que aconteceu em Foz do Iguaçu, Paraná, de 17 a 20 de novembro de 2014. O evento foi organizado pelo Departamento do Patrimônio Imaterial do Iphan e pela Diretoria de Relações Internacionais do Ministério da Cultura. Contou com a parceria e apoio da Universidade de Integração Latino-Americana (Unila), da Itaipu Binacional e da Secretaria Geral Ibero-americana (Segib).

  • Educação Patrimonial

    Cartilha - Proteção aos conhecimentos dos povos indígenas e das sociedades tradicionais da Amazônia

    Autor: Claudia Leonor López (coord.), Cristina Azevedo e Ana Gita de Oliveira Edição: 2012 - 4a. Edição revista e ampliada Páginas: 25

    Publicação Museu Paraense Emílio Goeldi

    Direcionada às sociedades tradicionais, esta cartilha pretende ser um instrumento de informação, contribuir para melhor compreensão do sistema de proteção aos conhecimentos tradicionais e incentivar práticas sociais justas nas relações entre povos indígenas e comunidades da Amazônia com pesquisadores, entidades públicas, organizações não governamentais (ONGs) e setor empresarial. É uma iniciativa do Projeto Formação de Recursos Humanos e Fortalecimento Institucional como Alternativa de Recomposição do Patrimônio Ambiental e Cultural Amazônico (material e imaterial), patrocinada pelo Fundo de Defesa de Direitos Difusos do Ministério da Justiça (FDD/MJ), com apoio do Iphan. 

  • Educação Patrimonial

    Cartilha - Aqui se faz queijo

    Autor: Iphan Edição: 2017 Páginas: 20

    Publicação: Superintendência do Iphan em Minas gerais

    A cartilha  Aqui se faz queijo apresenta uma história que trata do modo artesanal de fazer queijo de Minas nas regiões do Serro, Serra da Canastra e da Serra do Salitre/Alto Paranaíba. O patrimônio imaterial é muito diferente das cidades e dos monumentos históricos. Sua importância maior está na transmissão dos saberes e do conhecimento de nossos antepassados. Os produtos desse conhecimento - os queijos produzidos com leite cru em Minas Gerais - são os objetos que nos falam das memórias e tradições que tanto expressam o que é ser mineiro e ser brasileiro, ou seja, um símbolo de que se pertence a algum lugar com o qual nos identificamos. 

  • Patrimônio Imaterial - Diversidade Linguística

    Mapa Etno-Histórico do Brasil e Regiões Adjacentes

    Autor: Curt Nimuendajú Edição: 2017 - 2a. Edição Páginas: 120

    Publicação: Iphan e IBGE

    A presente versão do Mapa Etno-histórico do Brasil e Regiões Adjacentes é uma iniciativa da equipe técnica do Inventário Nacional da Diversidade Linguística do Departamento do Patrimônio Imaterial (INDL/DPI). O Iphan realizou uma revisão completa desta obra que é considerada um marco dos estudos sobre as línguas e culturas indígenas no Brasil. Trata-se de uma obra cujo objetivo é utilizar as novas tecnologias da informação e da comunicação para promover o acesso a conteúdos como a restauração digital do mapa original (elaborado em meados dos anos 1940), informações georreferenciadas sobre a diversidade linguística no país, entre outros dados.

     

Registros encontrados: 26

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin