Publicações

  • Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação - Livro 2

    Autor: Iphan Edição: 2015 Páginas: 120

    Publicação: Iphan/Superintendência do Estado do Maranhão

    A coleção de livros “Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação” é resultado do Projeto de Educação Patrimonial que vem sendo desenvolvido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em parceria com a Secretaria de Educação de Alcântara e a Universidade Federal do Maranhão desde o ano de 2007.

  • Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação - Livro 3

    Autor: Iphan Edição: 2015 Páginas: 120

    Publicação: Iphan/Superintendência do Estado do Maranhão

    A coleção de livros Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação é resultado do Projeto de Educação Patrimonial que vem sendo desenvolvido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em parceria com a Secretaria de Educação de Alcântara e a Universidade Federal do Maranhão, desde o ano de 2007.

  • Patrimônio Contado: Alcântara, Cultura e Educação - Livro 4

    Autor: Iphan Edição: 2015 Páginas: 114

    Publicação: Iphan/Superintendência do Estado do Maranhão

    A coleção de livros Patrimônio contado: Alcântara, Cultura e Educação traz a narrativa das aventuras de Ana, Artur e José, três amigos, pré-adolescentes que vivem em Tapuitapera, um pequeno povoado, criado por nós, localizado no interior do município de Alcântara.

  • Cadernos do Patrimônio Cultural - Educação Patrimonial - Volume 1

    Autor: Adson Rodrigo S. Pinheiro (org.) Edição: 2015 Páginas: 210

    Publicação: Iphan

    Com a publicação de obras sobre Educação Patrimonial, o Iphan espera que o desdobramento do entendimento de sua importância não esteja apenas circunscrito às políticas da gestão pública de cultura, mas que atenda à reflexão e à aproximação da sociedade e do homem de suas identidades e memórias para a construção constante de sua cidadania. Neste livro, vários autores apresentam estudos que podem subsidiar atividades de professores e alunos, e demais interessados, dentro e fora das salas de aula, suscitando discussões e novas reflexões. 

     

  • Patrimônio e Leitura: Catálogo Comentado de Literatura Infantojuvenil - 1

    Autor: Maria Beatriz Rezende Edição: 2007 Páginas: 48

    Publicação: Iphan

    Reúne obras clássicas da literatura infantil e juvenil e outros títulos premiados, cujas resenhas procuram demonstrar a presença de temas como a diversidade cultural brasileira – as culturas indígena, afrodescendente e europeia; a memória como construção individual e coletiva; a cidade histórica e seu patrimônio arquitetônico, artístico e natural; a oralidade como transmissão do saber.

  • Patrimônio e Leitura: Catálogo Comentado de Literatura Infantojuvenil - 2

    Autor: Maria Beatriz Rezende Edição: 2009 Páginas: 48

    Publicação: Iphan

    Apresenta obras que vão desde narrativas memorialistas, histórico-ficcionais e de aventura a poesia. As resenhas procuram demonstrar a presença de temas como a cultura popular – o folclore, as festas, a culinária; a memória como construção individual e coletiva; o saber das populações tradicionais; as narrativas históricas; a iconografia como registro documental.

  • Patrimônio e Leitura: Catálogo Comentado de Literatura Infantojuvenil - 3

    Autor: Maria Beatriz Rezende Edição: 2012 Páginas: 48

    Publicação: Iphan

    Mescla narrativas variadas, com propostas poéticas ou de cunho mais informativo, com ênfase na linguagem da imagem ou texto, sempre com o objetivo de enriquecer os recursos para a aproximação das obras com os temas do patrimônio cultural. Neste número, as narrativas possibilitam o contato com manifestações culturais formadoras da nossa sociedade, como o samba, a capoeira, o futebol, os folguedos; os brincantes; a criação de lendas; a língua como um modo de conceber o mundo, suas variedades regionais, sua transformação ao longo do tempo; nossos artistas.

  • Patrimônio e Leitura: Catálogo Temático de Literatura Infantojuvenil - 4

    Autor: Maria Beatriz Rezende Edição: 2014 Páginas: 110

    Publicação: Iphan

    Esta edição incorpora e amplia o levantamento de títulos selecionados pelos Catálogos Comentados de Literatura Infantojuvenil 1, 2 e 3, consolidando a proposta de criar instrumentos de referência de cunho educativo sobre o patrimônio cultural que se apoiam na produção literária dirigida a jovens e crianças. Organizado em quatro capítulos, apresenta textos que relacionam livros de literatura a temas como memória, identidade, história, modos de fazer e criar, saberes tradicionais, patrimônio edificado, patrimônio móvel e integrado, paisagens culturais, entre outros.  

  • Cartilha - Proteção aos conhecimentos dos povos indígenas e das sociedades tradicionais da Amazônia

    Autor: Claudia Leonor López (coord.), Cristina Azevedo e Ana Gita de Oliveira Edição: 2012 - 4a. Edição revista e ampliada Páginas: 25

    Publicação Museu Paraense Emílio Goeldi

    Direcionada às sociedades tradicionais, esta cartilha pretende ser um instrumento de informação, contribuir para melhor compreensão do sistema de proteção aos conhecimentos tradicionais e incentivar práticas sociais justas nas relações entre povos indígenas e comunidades da Amazônia com pesquisadores, entidades públicas, organizações não governamentais (ONGs) e setor empresarial. É uma iniciativa do Projeto Formação de Recursos Humanos e Fortalecimento Institucional como Alternativa de Recomposição do Patrimônio Ambiental e Cultural Amazônico (material e imaterial), patrocinada pelo Fundo de Defesa de Direitos Difusos do Ministério da Justiça (FDD/MJ), com apoio do Iphan. 

  • Cartilha - Aqui se faz queijo

    Autor: Iphan Edição: 2017 Páginas: 20

    Publicação: Superintendência do Iphan em Minas gerais

    A cartilha  Aqui se faz queijo apresenta uma história que trata do modo artesanal de fazer queijo de Minas nas regiões do Serro, Serra da Canastra e da Serra do Salitre/Alto Paranaíba. O patrimônio imaterial é muito diferente das cidades e dos monumentos históricos. Sua importância maior está na transmissão dos saberes e do conhecimento de nossos antepassados. Os produtos desse conhecimento - os queijos produzidos com leite cru em Minas Gerais - são os objetos que nos falam das memórias e tradições que tanto expressam o que é ser mineiro e ser brasileiro, ou seja, um símbolo de que se pertence a algum lugar com o qual nos identificamos. 

Registros encontrados: 30

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin