CNFCP recebe exposição Francisco Graciano, arte e vida

Voltar
  • Sala do Artista Popular (SAP) | Rio de Janeiro - RJ

    19/01/2018 até 21/01/2018 - 11h00 às 18h00

    Endereço: Rua do Catete, 179 (metrô Catete), Rio de Janeiro, RJ

    Exposição Francisco Graciano, arte e vidaO Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (CNFCP/Iphan) inaugura, no dia 23 de novembro, a exposição Francisco Graciano, arte e vida, que traz para a Sala do Artista Popular (SAP) o imaginário de seres fantásticos desse artista do Cariri cearense. Cães, lagartos, pássaros, dentes pontiagudos e bocarras – formas e combinações de cores resultam em marcas singulares da arte que aprendeu com o pai, o renomado artista Manoel Graciano, de Juazeiro do Norte, Ceará. Com um pedaço de madeira da lenha para o fogão, que retirou para fazer uma escultura, Francisco iniciou-se na arte. Com a ajuda de redes de apoio locais a vendeu no Centro de Cultura Popular Mestre Noza, em Juazeiro do Norte. 
    Diante de um bloco de madeira, não antecipa um risco, um desenho, nem impõe um projeto já acabado, definitivo, sobre a matéria. Antes de qualquer gesto, sonda a madeira ao observá-la, tocá-la, apalpá-la na tentativa de também ver o que ela traz: a imagem que já estivesse ali e ele iria revelar nos cortes, cisões e entalhes. Desse diálogo com sua matéria-prima surgem composições fantásticas que marcam hoje sua arte única. 


    Sobre a Sala do Artista Popular (SAP)
    A SAP foi criada em 1983 com o intuito de ser um espaço para difundir a arte popular, trazendo objetos que, por seu simbolismo, tecnologia de confecção ou matéria-prima empregada, revelam o modo de vida das camadas populares. Os artistas expõem seus trabalhos, estipulando livremente o preço e explicando as técnicas envolvidas na confecção. O valor obtido com as vendas vai integralmente para eles. 
    O catálogo de cada exposição é desenvolvido a partir de pesquisa etnográfica e documentação fotográfica realizada pela equipe do CNFCP. Assim é possível conhecer as relações entre a produção artesanal e o contexto de vida dos artesãos. Desde sua criação já foram realizadas 189 exposições SAP, sendo a de Francisco Graciano a 190ª. 

    Serviço:
    Sala do Artista Popular - Exposição e vendas:
    Período: De 23 de novembro, às 17h até 21 de janeiro de 2018
    Terça a sexta, das 11h às 18h
    Sábados, domingos e feriados, das 15 às 18h
    Endereço: Rua do Catete, 179 (metrô Catete), Rio de Janeiro, RJ
    Outras informações: (21) 38264324 / atendimento@cnfcp@iphan.gov.br
    www.cnfcp.gov.br
    Siga o CNFCP nas redes:
    Facebook/cnfcp
    Instagram: @museudefolclore