O Iphan em Roraima

A Superintendência do Iphan em Roraima, estabelecida em 2009, originou-se da 1ª Diretoria Regional, criada em 1979. O Forte de São Joaquim do Rio Branco é o único bem tombado a nível federal no estado de Roraima. Esse bem se constitui como um sítio arqueológico. Teve seu tombamento provisório, em 15 de julho de 2011, onde foi inscrito nos livros do Tombo Histórico e no Livro do Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico. Em 10 de setembro de 2014 foi tombado definitivamente e inscrito nos mesmos livros.

A população de Roraima é marcada pela presença de migrantes de todos os Estados brasileiros e de imigrantes, sobretudo da Guiana e da Venezuela. Mas é a pluralidade das etnias indígenas que estabelece o marco de identidade dos roraimenses. Em função dessa grande diversidade, o Estado detém importante patrimônio arqueológico, que inclui gravuras e pinturas rupestres, que compõem os 87 sítios cadastrados.

Leia mais

Lista de Bens Tombados e Processos em Andamento em Roraima

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin