O Iphan no Rio Grande do Sul

A atuação do Iphan no Rio Grande do Sul iniciou-se em 1937, com a criação do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sphan). Na época, o arquiteto Lucio Costa foi enviado ao Estado para analisar os remanescentes dos Sete Povos das Missões e propor providências, o que resultou no tombamento do conjunto, em 1938. Mais tarde, em 1983, esse patrimônio foi reconhecido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.

Entre 1938 e 1978, a gestão dos bens culturais do Rio Grande do Sul foi realizada pelo 4º Distrito do então Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, com sede em São Paulo. Em um novo período, de 1978 a 1996, uma Representação Regional manteve jurisdição sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em 1996, os estados passaram a ter superintendências separadas.

A sede da Superintendência do Iphan está instalada no Palacete Argentina, edificação eclética do início do século XX. Os bens tombados pelo Iphan no Estado estão distribuídos em 21 municípios localizados na região metropolitana de Porto Alegre, nas áreas de imigração, na região das missões e na fronteira. A maioria é formada por bens e conjuntos urbanos dos séculos XIX e XX.

As Missões Jesuítico-Guarani são, provavelmente, um dos maiores testemunhos das experiências de interação social entre diferentes culturas ocorrido na América do Sul. Na região das Missões, 30 povoados formaram durante mais de 150 anos uma unidade territorial e, como consequência dos tratados de fronteira, foram divididos entre Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai.

No território brasileiro permaneceram os Sete Povos das Missões. Sobre três destes antigos povos cresceram cidades, e os quatros remanescentes foram tombados: São João Batista (no município de Entre-Ijuís), São Lourenço Mártir (município de São Luiz Gonzaga), São Nicolau e São Miguel Arcanjo (município de São Miguel das Missões). Dentre eles, São Miguel das Missões foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1983. 

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin