Patrimônio Imaterial - SC

A Superintendência do Iphan no Estado de Santa Catarina concluiu vários inventários sobre os bens imateriais, entre os quais está o antigo Quilombo do Sertão de Valongo, onde vivem menos de uma centena de remanescentes, em sua maioria retirando da terra seu sustento, com o uso de técnicas ancestrais. Para a proteção do patrimônio imaterial também foram realizados o Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) e o Inventário Nacional da Diversidade Linguística (INDL) em diferentes regiões e com diversas comunidades catarinenses. A Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira são manifestações culturais que ocorrem em todas as regiões brasileiras e também no Estado, como bens imateriais protegidos pelo Iphan. 

Roda de Capoeira e Ofício dos Mestres de Capoeira - É um elemento estruturante de uma manifestação cultural, espaço e tempo, onde se expressam simultaneamente o canto, o toque dos instrumentos, a dança, os golpes, o jogo, a brincadeira, os símbolos e rituais de herança africana - notadamente banto - recriados no Brasil. Profundamente ritualizada, a roda de capoeira congrega cantigas e movimentos que expressam uma visão de mundo, uma hierarquia e um código de ética que são compartilhados pelo grupo. Os mestres são detentores dos conhecimentos tradicionais dessa manifestação e responsáveis pela transmissão de suas práticas, rituais e herança cultural. O conhecimento produzido para instrução do processo permitiu identificar os principais aspectos que constituem a capoeira como prática cultural desenvolvida no Brasil: o saber transmitido pelos mestres formados na tradição da capoeira e como tal reconhecidos por seus pares. 

Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) - Em Santa Catarina, a Superintendência do Iphan realizou os inventários de Base Luso-açoreana no Litoral Catarinense, no Sertão dos Valongos, das Comunidades Negras de Santa Catarina, e dos Mestres Artífices da Construção Civil Tradicional. Também foram concluídos os INDLs da Língua Mbyá-Guarani e do Talian, além do Diagnóstico Documental do Patrimônio Cultural Imaterial de Santa Catarina. Estão em andamento o inventário do Queijo Kochkase e o levantamento de bens culturais imateriais das comunidades de descendentes de imigrantes e clubes de caça e tiro.

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin