São Cristóvão Praça São Francisco Canoa de Tolda Renda Irlandesa

Superintendência do Iphan em Sergipe

O Iphan está presente em Sergipe desde 1937, quando este Estado e a Bahia integravam o 2º Distrito do então Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sphan). Em 2009, foi instalada a Superintendência que atua na proteção do patrimônio cultural dos conjuntos urbanos de Laranjeiras e São Cristóvão, além dos bens protegidos isoladamente em diversos municípios, dentre eles o patrimônio ferroviário que se concentra em Aracaju, Boquim e Propriá. Em São Cristóvão, está a Praça São Francisco, reconhecida pela Unesco como Patrimônio Mundial, em 2010. O Iphan - Sergipe realiza pesquisas em Grota do Angico (Poço Redondo), local da morte do lendário Lampião, para reconhecer a região como Paisagem Cultural do Brasil. No Estado, predominam sítios arqueológicos onde há material cerâmico das tradições Aratu e Tupi-guarani e, até dezembro de 2014, havia 155 sítios cadastrados. Quanto aos bens imateriais, o Modo de Fazer Renda Irlandesa - tradicionalmente vinculado ao município de Divina Pastora - foi registrado pelo Iphan, em 2009, e está em andamento o inventário cultural do município de Barra dos Coqueiros, enquanto estão concluídos os inventários culturais de Laranjeiras, de todo o Estado de Sergipe, e da região do Baixo Rio São Francisco.

Contato