O Iphan em Sergipe

O Iphan atua em Sergipe, desde 1937, quando este Estado e a Bahia integravam o 2º Distrito do então Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Sphan). Mais tarde, Sergipe compreendeu a 8ª Superintendência Regional. Em 2009, foi criada a Superintendência. O Iphan realiza pesquisas em Grota do Angico (em Poço Redondo), local da morte de Lampião, a maior expressão do cangaço Nordestino, para reconhecer a região como Paisagem Cultural do Brasil. Aracaju, a capital do Estado, não possui nenhum bem protegido no âmbito federal, mas o Iphan realiza o mapeamento do patrimônio cultural da cidade.  

Sergipe possui o único testemunho dos 60 anos de união entre Portugal e Espanha do período colonial no Brasil, a Praça São Francisco, na cidade de São Cristóvão. A Praça é reconhecida pela Unesco como Patrimônio Mundial desde 2010. Além disso, o Estado possui duas cidades históricas, Laranjeiras e São Cristóvão, e 23 bens protegidos em âmbito federal, distribuídos em nove municípios: Divina Pastora, Nossa Senhora do Socorro, Santo Amaro das Brotas, Tomar do Geru, Riachuelo, Itaporanga D’Ajuda e Estância. Esse patrimônio está concentrado na região mais próxima à costa, vinculada ao ciclo econômico da cana-de-açúcar, representado por antigas capelas de engenhos, igrejas e casarões, tanto na zona rural como nas áreas urbanas.

O Estado possui, também, um importante acervo de arte sacra dos séculos XVIII e XIX, presente principalmente em São Cristóvão e Laranjeiras. O Inventário de Bens Móveis e Integrados de Sergipe e Alagoas, realizado entre 2002 e 2005, catalogou no estado quase 2 mil peças. Há um grande potencial de pesquisa nos bens culturais de cidades sergipanas do baixo São Francisco, que começaram a ser identificados na década de 2010. Os estudos de patrimônio naval destacaram as canoas sergipanas encontradas no litoral entre Indiaroba e São Cristóvão. A canoa de tolda, em Brejo Grande, foi tombada em 2010, integrando os quatro primeiros tombamentos de patrimônio naval no País. 

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin