Minas Gerais sedia Reunião Integrada da Salvaguarda do Jongo do Sudeste

Reunião Integrada de Salvaguarda do Jongo do SudesteCom o objetivo de debater e planejar as futuras ações do processo de salvaguarda do Jongo do Sudeste, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) promoverá, nos dias 08 a 09 de dezembro, a Reunião Integrada da Salvaguarda do Jongo do Sudeste. O encontro, que acontecerá em Belo Horizonte (MG), no Museu de Artes e Ofícios, reunirá  representantes do Iphan e praticantes do jongo do Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, os quatro estados em que a manifestação é reconhecida como Patrimônio Cultural do Brasil.

O reconhecimento do Jongo pelo Iphan como Patrimônio Cultural ocorreu em novembro de 2005, quando o bem cultural foi registrado no Livro das Formas de Expressão. Desde então, o Plano de Salvaguarda do Jongo é executado por meio de  parceria entre as comunidades jongueiras do Sudeste, órgãos da sociedade civil e as Superintendências do Iphan nos quatro estados onde estão situadas as comunidades detentoras deste bem cultural.

De acordo com a Política Nacional de Patrimônio Imaterial, todo Bem Registrado como Patrimônio Cultural do Brasil deve ter um Plano de Salvaguarda para apoiar a continuidade do bem de modo sustentável e promover a melhoria das condições sociais e materiais de transmissão e reprodução que possibilitam sua existência. 

 

Mais informações para a imprensa

Assessoria de Comunicação Iphan
comunicacao@iphan.gov.br
Yara Diniz – yara.dinz@iphan.gov.br
(61) 2024-5533/ 2024-5511
www.iphan.gov.br
www.facebook.com/IphanGovBr | www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin