Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande (SP) é tema de Roda de Conversa

Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande, localizada em Guarujá

Estudos e percepções sobre a fortificação, localizada em Guarujá, serão compartilhados com a comunidade local

 

Em continuidade às ações para a elaboração do dossiê do Conjunto de Fortificações do Brasil - candidato ao título de Patrimônio Cultural Mundial - representantes da Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em São Paulo (Iphan-SP), da Prefeitura de Guarujá, técnicos, estudantes, professores, pesquisadores da área e a comunidade participarão, na próxima quarta-feira, dia 31 de julho, de uma roda de conversa sobre a Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande. O evento será realizado no Museu de Pesca de Santos.

Essa será a terceira roda de conversa, promovida em parceria com o Iphan-SP, com foco na candidatura das fortificações brasileiras ao reconhecimento como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Durante o encontro, serão apresentados resultados das pesquisas realizadas pelos interessados na documentação e narrativas históricas sobre o forte localizado no município de Guarujá.

A ideia das rodas de conversa - uma iniciativa proposta por educadores do município de Guarujá - foi incorporada por integrantes do Comitê Técnico Estadual de São Paulo. O grupo, instituído em setembro do ano passado, já participou de outras edições desse bate-papo: uma em 7 de maio e outra em 03 de junho de 2019, ambas em Guarujá. Na ocasião, os habitantes puderam compartilhar memórias e percepções.

Candidatura a Patrimônio Mundial
O Conjunto de Fortificações do Brasil, presente na Lista Indicativa brasileira a Patrimônio Mundial da UNESCO, representa as construções defensivas implantadas no território nacional, nos pontos que serviram para definir as fronteiras marítimas e fluviais do País. Os bens do Patrimônio Cultural foram selecionados entre dezenas de fortificações luso-brasileiras que marcam a ação no estabelecimento da cultura nacional.

Além da Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande (Guarujá), o Forte de São João (Bertioga), também localizado em São Paulo, e outras 17 fortificações, situadas em 9 estados brasileiros, concorrem ao título.

No estado de São Paulo, o Comitê Técnico é composto por representantes do Iphan-SP, da Academia de História Militar Terrestre do Brasil, da Fundação Cultural Exército Brasileiro, da Agência Metropolitana da Baixada Santista, do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), de instituições de ensino superior e das prefeituras de Bertioga, Guarujá, São Vicente e Santos.

Serviço:
Roda de Conversa sobre Fortaleza de Santo Amaro da Barra Grande
Data:
 31 de julho de 2019, às 13h.
Local: Museu de Pesca de Santos / Instituto de Pesca de Santos - Avenida Bartolomeu de Gusmão, nº 192 - Ponta da Praia, Santos.

 

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação Iphan
comunicacao@iphan.gov.br
Carlos Balbino – carlos.balbino@iphan.gov.br
(61) 2024-5513 / 2024-5516 / (61) 99381-7543
www.iphan.gov.br
www.facebook.com/IphanGovBr | www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin