Sítio Roberto Burle Marx recebe prêmio

SRBMO Sítio Roberto Burle Marx (SRBM), localizado em Barra de Guaratiba, no Rio de Janeiro (RJ), é destaque nas artes plásticas. Vencedor do 24° Prêmio São Sebastião de Cultura, além de homenagem, o Sítio receberá dia 19 de janeiro um troféu de autoria do cartunista Ziraldo, membro do Conselho da Associação Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro, que promove prêmio. O Prêmio São Sebastião de Cultura é o reconhecimento da Arquidiocese do Rio àqueles que fazem arte e cultura na cidade.

O SRBM venceu na categoria Artes Plásticas, mas Roberto Burle Marx foi um múltiplo artista brasileiro, renomado internacionalmente como  um dos mais importantes arquitetos paisagistas do século 20. Além de paisagista, também foi um pintor, escultor, tapeceiro, ceramista e designer de joias. Conhecido por sua preocupação com o meio ambiente e com a preservação da flora brasileira, ele inovou ao usar plantas nativas do Brasil em suas criações. O estilo Burle Marx tornou-se sinônimo de paisagismo brasileiro no mundo.
As indicações para cada categoria do prêmio foram feitas pelos conselheiros da Associação Cultural. Recebidas as indicações, a diretoria as submeteu à reunião do Conselho para a devida aprovação por maioria absoluta. 

Patrimônio Cultural
Reconhecido como patrimônio cultural brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1985, a propriedade de 40.7 hectares, remanescente de uma fazenda do século 18, é um referencial de paisagem construída. Trata-se de um testemunho vivo da mudança do conceito europeu de jardim, com rigor formal da composição geometrizada, para o conceito de modernidade do jardim tropical, como uma forma de manifestação artística.

Além de obras produzidas por Burle Marx estão preservados no Sítio: a biblioteca; a residência com todo contendo o mobiliário e objetos pessoais; as coleções de arte sacra, cerâmica pré-colombiana, conchas, objetos de design e arte popular. O espaço inclui, além de uma extraordinária coleção botânico-paisagística, sete edificações, cinco espelhos d’água e um acervo museológico de mais de mais de três mil itens, bem como o maior e mais importante registro de memória da vida e obra do artista. 


Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação Iphan

comunicacao@iphan.gov.br
Fernanda Pereira fernanda.pereira@iphan.gov.br 
Yara Dinizyara.diniz@iphan.gov.br
(61) 2024-5534 - 2024-5504
(61) 99381-7543
www.iphan.gov.br
www.facebook.com/IphanGovBr | www.twitter.com/IphanGovBr
www.youtube.com/IphanGovBr

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin