Superintendências Estaduais

A estrutura do Iphan comporta 27 Superintendências Estaduais que respondem pela coordenação, planejamento, operacionalização e execução das ações do Instituto, em âmbito estadual, e supervisão técnica e administrativa dos 27 Escritórios Técnicos. As Superintendências estão vinculadas diretamente à Presidência do Iphan e são responsáveis pela articulação entre as esferas de poder local, organismos e instituições da sociedade civil ou empresas, para estabelecer as parcerias necessárias ao cumprimento dos planos e políticas de gestão e promoção do Patrimônio Cultural Brasileiro.

Os Escritórios Técnicos possuem uma chefia e um corpo técnico, localizam-se em conjuntos urbanos tombados (cidades históricas) e foram criados para administrar diretamente o patrimônio tombado e/ou registrado nesses locais. Os Parques Históricos Nacionais também funcionam sob a supervisão direta das Superintendências e a gestão desse patrimônio material e natural é partilhada entre o Iphan e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama). 

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin