Livraria

  • barroco_rococo_nas_igrejas

    Coleções - Roteiros do Patrimônio

    Roteiros do Patrimônio - Barroco e Rococó nas Igrejas de Recife e Olinda – Tomo 1

    Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira e Emanuela Sousa Ribeiro Edição: 2015 Páginas: 225

    Publicação: Iphan

    Recife e Olinda - da mesma forma que o Rio de Janeiro e várias cidades mineiras - são detentoras de um requintado acervo de igrejas coloniais, com manifestações abrangentes dos dois grandes estilos do século XVIII, o Barroco e o Rococó. Neste primeiro volume estão textos sobre o contexto histórico e religioso no qual se situam as edificações e o panorama geral da história do período em que foram construídas: O Catolicismo Colonial, A Igreja Secular, As Ordens Religiosas e As Irmandades, O Espaço Religioso - Funções, Iconografia e Estilos, e Barroco e Rococó nas Igrejas de Recife e Olinda. Edição bilíngue (português e inglês).


    R$ 15,00
  • zulejaria em Belém do Pará: Inventário – Arquitetura civil e religiosa – século XVIII ao XX

    Publicações Diversas - Inventários

    Azulejaria em Belém do Pará: Inventário – Arquitetura civil e religiosa – século XVIII ao XX

    Dora Monteiro e Silva de Alcântara, Stella Regina Soares de Brito e Thais Alessandra Bastos Caminha Sanjad Edição: 2016 Páginas: 344

    Publicação: Iphan

    A particular história de Belém (PA), seus períodos de excepcional riqueza e seus fortes laços com a Europa explicam muito da profusão e da variedade do emprego do azulejo, tanto em fachadas quanto em interiores ao longo de, pelo menos, três séculos. Os exemplos vão da azulejaria de padronagem e dos painéis azuis e brancos do chamado “Ciclo dos Mestres” até a produção em série do século XIX, ao Art Nouveau e Art Déco, no início do século XX. O processo de inventário da azulejaria em Belém foi iniciado, em 1971, pelo arquiteto Antônio Pedro Gomes de Alcântara (1926-1999) a quem esta obra é dedicada. 


    R$ 40,00
  • Congonhas_passos_de_congonhas_restaurações

    Coleções - Grandes Obras e Intervenções

    Os passos de Congonhas e suas restaurações

    Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira Edição: 2011 Páginas: 264

    Publicação: Iphan/Programa Monumenta

    O Santuário de Bom Jesus de Matozinhos - localizado em Congonhas (MG) - é um conjunto expressivo da arte barroca construído entre os séculos XVIII e XIX, e declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1985. Durante as obras de recuperação realizadas pelo Iphan, por meio do Programa Monumenta, houve a completa restauração das seis capelas da rampa de acesso ao Santuário, do conjunto de sessenta e quatro esculturas executadas por Antônio Francisco Lisboa (o Aleijadinho) e seus auxiliares, além da pintura das paredes internas. Neste livro, a autora analisa as características artísticas do Santuário, explica por que o monumento está entre os de maior relevância para a história da arte e da arquitetura religiosa no Brasil. 


    R$ 60,00
  • Robert Smith__Brasil_Volume 1

    Coleções - Obras de Referência

    Robert Smith e o Brasil - Vol. 1 - Arquitetura e Urbanismo

    Nestor Goulart Reis Filho (organização) Edição: 2012 Páginas: 255

    Publicação: Iphan

    Organizado em dois volumes, este livro apresenta o trabalho do historiador norte-americano Robert Chester Smith a respeito do urbanismo, da arquitetura e da arte colonial brasileira. Com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, depositária de grande parte do legado de Smith, foram aqui reunidos dezenove de seus mais relevantes artigos, diretamente ligados ao Brasil, além da maior parte da rica documentação cartográfica e iconográfica que acompanhou originalmente cada um dos ensaios escolhidos. Esse material estava disperso por livros e periódicos publicados em nosso país, em Portugal e nos Estados Unidos. 

     


    R$ 40,00

Registros encontrados: 98

Compartilhar
Facebook Twitter Email Linkedin